domingo, 28 de fevereiro de 2010

Como se livrar de mocréias



Algumas dicas para orientar nossos amigos solteirões (mas que ainda não estão desesperados e/ou que mantém um pouco de bom gosto) a se safar de mocréias, barangas e broacas que invariavelmente aparecerão em festas e barzinhos noite afora. E claro, como jamais deixaríamos vocês na mão (sem trocadilhos infames, por favor), nossas dicas podem ser seguidas sem o risco de vocês serem taxados como boiolas, por seus amigos, por terem se recusado a ficar com as "sobras da noite".


Situação 1 - A Cantada Direta: Você está sozinho, e afastado da galera, quando a garota vem até você e fala do modo mais direto possível: "Oi, quer ficar comigo/um beijo/ir para um lugar mais calmo?"

Típica de tiazonas desesperadas que vão à caça para matar, este modo direto de abordagem geralmente nos deixa sem reação. Aí meu filho, se a caçadora não vale mesmo a pena, você tem duas opções:

a) Modo Educado: "Obrigado, mas já estou acompanhado. Estou só esperando minha namorada/esposa/ficante/amante voltar do banheiro."

b) Modo Canalha: "Nah... Não bebi o suficiente ainda..."

Situação 2 - O Flerte Fatal: Você está na sua, curtindo a festa no seu canto - enquanto observa o ambiente em busca de uma boa presa - quando, subitamente, você cruza o olhar com um ogro de vestido. Você desvia o olhar, antes de seus olhos arderem, mas a isca já foi jogada: você pegou o peixe errado.

Com a visão periférica, você checa se a criatura cansou da tocaria. Mas ela está lá, com a mira travada em você. Ela sorri... E você sabe que ela está prestes a vir na sua direção. É hora de pensar rápido!

a) Modo Educado: Aqui não tem muita educação. O negócio é fingir que não viu, abaixar a cabeça e sair de fininho (bancar o cego também ajuda). Na pior das hipóteses, "atenda" o celular e caia fora da armadilha o mais rápido possível.

b) Modo Canalha: Olhe para ela com seu típico "olhar conquistador" e sorria. Quando ela sorrir de volta, faça uma cara de nojo horrenda. No meio da careta aponte para ela e em seguida para os próprios dentes. Se ela não entender, repita os gestos até ela sentir vergonha do próprio sorriso e correr para o banheiro. Esta é garantia de sucesso!

Situação 3 - O Quarteto Sinistro: Você está sentado na mesa de um bar, com uns 3 amigos de copo. Quando chegam 3 deusas gregas e 1 dragão norueguês para lhes fazer companhia. Então, por algum motivo obscuro, cada um de seus amigos garante a sua deusa, e você fica cara a cara com o dragão.

a) Modo Educado: Dê um fora com classe, sendo educado e ao mesmo tempo tirando a sua da reta dizendo: "Oi, quer sentar conosco e beber uma cerveja, enquanto esperamos a minha namorada/ficante/esposa/amante chegar?"

b) Modo Canalha: Levante o copo e proponha um brinde à todos enquanto ri e diz: "Mulher bonita do meu lado eu dou logo em cima, mulher feia eu finjo que não vejo." - Depois disso sente-se de costas para ela e a ignore pelo resto da noite.

Situação 4 - A Amiga Carente: Não tem nada pior do que aquela amiga carente, que é gente boa para conversar, mas na prática não vale nem um selinho. Pior ainda quando os ânimos estão exaltados pela bebida e ela resolve te chamar para dançar... Aí rapaz, é ter estilo ou jogar a amizade pelo ralo.

a) Modo Educado (recomendado!):
Diga para ela que você não sabe dançar e que tem vergonha de pagar mico em público. Então dê algumas risadas, aponte para algum amigo bode espiatório e comente de forma sugestiva: "Mas o fulano disse que estava louco pra dançar com alguma garota bonita. Por que você não chama ele?" - Uma mentira bem intencionada pode livrar a sua pele e ainda salvar a noite de algum amigo desesperado.

b) Modo Canalha:
Se você não liga pra amizade dela mesmo, e quer mais é que ela pare de te enxer o saco, então faça uma cara de dor e diga: "Desculpa, não estou podendo dançar dançar porque torci o pé transando com aquela gostosa da faculdade? Nossa foi incrível! Opa, olha ela ali, será que ela topa dançar comigo?"

Situação 5 - A Hora do Vamos Ver: Eis que chegamos no conselho mais importante de todos: como recusar uma bimbada na monstrenga que se oferece toda caliente para você.

a) Modo Educado: "Desculpa... Olha tá sendo quase impossível me controlar e tudo o mais, mas eu sou um rapaz comprometido, e estou apaixonado pela minha namorada/ficante/esposa/amante e não queria pisar na bola com ela. Quem sabe quando eu estiver solteiro..." - Cuidado, ela pode ficar achando que você é um dos últimos homens que prestam da terra, e acabar se apaixonando por você.

b) Modo Canalha: Olhe com ironia e desprezo pra ela e comente: "Minha religião não permite!"

c) Modo Canalhaço: Faça uma cara de quem acabou de ouvir a piada mais engraçada do mundo, e diga gargalhando: "Tá bom... E eu achei meu pau no lixo por acaso?"

AVISO: Não nos responsabilizamos se algum destes conselhos não der resultado. Se a situação virar contra você, é porque a incompetência foi sua.

3 comentários:

Hupiscratch disse...

Agora rapaz, é afiar a lança, aplainar o escudo e se preparar para obliterar esses dragões.

HelianaBastos disse...

Meu DEUUUS, pq será que não me espanto de saber que quem postou foi o damaran?
tenho medo de vccccs, vou avisar pras minhas amigas baranags nem chegarem perto d vcs ok? kkkkk
bjo

Gabriel disse...

eita, ja aconteceu coisas parecidas... no q retomei consciencia eu sai correndo da ogra