sábado, 6 de março de 2010

Uma breve Histórias de Algumas coisas que comemos...

Comidas Modernas, Comidas antigas...e mais, por que o Damaran é tão ressentido por seus colegas de escola..........................................

Todo mundo gosta de comer..até os bulímicos (do que eles não gostam é de engordar rsrs) enfim, foi numa tarde dessas, sem ter comido nada o dia inteiro que me peguei imaginando que praticamente toda comida...

...vou reformular por causa dos transgênicos...

...toda receita que temos hoje poderia ser facilmente degustada há alguns milhares de anos atrás, pensa aí..depois do fogo, só faltou a criatividade, não?

Foi pensando nisso que me lancei numa pesquisa inútil hoje de manhã pra trazer pra vocês algumas histórias curiosas(não necessariamente verdadeiras) de várias coisas que nós cotidianamente “mangeamos”:

Chantilly:
Chantilly creme de leite suspiro doce
Quando: Século 17
Quem: François Vatel
Precisa de fogo? Nope

Reza a lenda mais legal que esse ilustre Francês foi o primeiro a ter a idéia de aerar creme de leite fresco com açúcar até que este se transformasse em chantilly, a receita foi batizada dado o lugar em que Vatel trabalhava: O Castelo de Chantilly. Nosso amigo encontrou seu triste fim, quando em uma ocasião em que trabalhava como supervisor de uma festa para a corte, uma entrega de peixes não foi feita, levando-o ao suicídio.

Maionese de Tofú:
fritura tofu maionese
Esta coisa não existe...se existe é tóxica...

Pizza:
pizza calabresa muzzarela italiana
Quem: Afrodite
Quando: In a time of myth and a land of magic.....provavelmnte no Olímpo
Precisa de fogo? Sim, mas era muito fácil...já que ela era casada com Hefaísto(O Deus Ferreiro).

Hefaísto chegou em casa cansado depois de trabalhar e exigiu seu jantar, Afrodite que passara o dia fazendo amor com um de seus vários casos, esquecera completamente que tinha um marido rsrs. Rapidamente pegou um pouco de massa que tinha para fazer uma focaccia, espalmou-a, amassou-a e a colocou-a no fogo, banhando-a com leite de cabra e enriquecendo-a com ervas, especiarias e saborosos frutos. Se Hefaísto sacou ou não a infidelidade de sua esposa, não há relatos...

Bolacha Água e Sal
bolacha biscoito agua e sal cream cracker
Tão obscura quanto a invenção da geléia de mocotó..depois de pesquisar páginas em diversos idiomas, recebi e-mails do governo de macapá me intimidando e exigindo que eu deixasse este segredo enterrado onde estava..mediante uma pequena soma em euros, concordei que a humanidade ainda não está preparada para a verdade.

Conclusão...se tem uma coisa verdadeiramente universal superior a língua mãe, crenças e religião (para humanos, formigas..e por que não aliens) é o hábito de comer, muito mais que “encher a pança”, é um evento social, para celebrar vitórias, consolar derrotas ou símbolo de amizade ( O Damaran tem muuuuuitos amigos...o kra vivia mordendo o lanche de qualquer desavisado no colégio hahahahaha).

6 comentários:

Anônimo disse...

hahuahuahuahuuhahuahua
muito bom! gostei mesmo! só faltou por o criador da água e sal.

Damaran disse...

faltou mencionar a verdade por trás do oceano (a maior de todas as bolachas)... mas isso fica pra outro post

Damaran disse...

e cabe aqui um adendo relacionado à minha voracidade: Fome pra mim não é um estado físico, é um estado de espírito. mas pelo menos ela me rende bons amigos huauhahua

Desavisado disse...

Vim aki corroborar o fato descrito acima de que a fome do Damaran assola até hoje os piores pesadelos de pobres crianças traumatizadas na mais tenra infância...
Você, que foi uma vítima como eu, não fique calado! O silêncio não vai fazer o sofrimento ir embora!!!![momento propaganda-da-AVAO]

Damaran disse...

uhahuahuahuahua, tinha que ser vc heim.

de certa forma fui um moleque muito bem alimentado pelos lanches alheios! XD

Hadouken disse...

e emprestador de dinherios alheios heuahea como o bruno pode provar....O damaran chegou a dever 128 reais pra ele...an ehpoca da 8a série....se hj pra nós que somos lisos isso eh mta grana, imagina naquela ehpoca heuahea